Amor vincit omina
● Hello, you can call me Pie I'm 15 years old and live in Brazil.
Warning: This blog photos can count on depression, anorexia and cutting. {   bebendo amor com uma dose de suicídio}
Você é meu lar, não importa onde a gente esteja só importa que a gente fique juntos.
— Se eu ficar (via nasciprasertuamo)
À noite
o corpo aquieta
mas a mente inquieta.
— Jéssica Letícia.  (via esclarecer)
Antes de desapontar alguém, lembre-se, somos pessoas não lápis.
— Eu me chamo Antônio. (via esclarecer)
Eu vou te amar até o dia que eu parar de respirar.
  1. Versão dela:Ele sempre foi o pegador, nunca quis nenhum relacionamento sério, e eu fui me apaixonar logo por ele, o cara mais galinha da escola, ele já tinha ficado com quase todas da escola, e levado mais da metade delas pra cama, mas eu sentia que ele era o certo por mim, que eu conseguiria mudá-lo. Todos riam de mim, diziam ser impossível. Não foi fácil, tivemos muitas brigas, e ele sempre ia embora, o mais engraçado é que ele voltava no dia seguinte com um buquê de flores na mão, falando que me amava. Eu sofri, chorei mas consegui mudar ele, o que ninguém imaginava é que por trás daquele galinha existia um cara romântico, sensível, amoroso. Hoje, depois de todo esse tempo, ele ainda é o amor da minha vida, eu vou o amar até o dia que eu parar de respirar.
  2. Versão dele:Eu sempre peguei todas as garotas que eu queria, mas um dia eu conheci uma, que tive certeza que era a mulher da minha vida. Foi muito difícil me desacostumar da vida que sempre levei, mas por ela eu consegui. Eu parei de sair à noite, parei de ficar com outras garotas. não foi fácil, mas pela minha princesa vale a pena, eu faço tudo pra ver um sorriso no rosto dela. Eu mudei muito, eu tinha medo de demonstrar meus sentimentos mas quando a conheci tudo mudou. Ela é minha princesa, só minha, ela se tornou minha vida. Ela me ensinou a amar de verdade, eu vou amá-la até o dia que eu parar de respirar.
Só devemos entrar na vida de outra pessoa pra ser benção.
— Verbografia.  (via esclarecer)
Por que regou as flores se não iria ficar para primavera?
— Guilherme. (via esclarecer)
De tanto passar fome, a fome passa :)
Desculpe, mas eu desisto de continuar viva.
Sorr(indo)
Nor(mal)
Res(pirando)
Ch(orando)
Sobre(vivendo)
— Desconhecido (via cortesuicida)
Não precisa fingir que se importa, já não faz mais diferença as suas mentiras.
P